Viticultura

Em VIK, a vitivinicultura de precisão é fundamental, por isso temos tecnologia de ponta que nos ajuda a concretizar nossa premissa de manter uma plantação de alta densidade, isto é, 7518 plantas por hectare (1,33m*1m) na base dos morros e 8333 plantas por hectare nas ladeiras. E agora 10.000 plantas por hectare em nossas últimas plantações de 2012.

A plantação e escolha das cepas ficou estabelecida logo depois de minuciosos estudos de solo, onde foram realizadas uma média de 4 escavações de teste por hectare, estudos meteorológicos e exposição dos vales, o que permitiu fazer uma escolha única das cepas, porta-enxerto e solo para cada área do terreno.

As variedades escolhidas, Cabernet Sauvignon, Carménère, Syrah, Cabernet Franc e Merlot foram plantadas ao longo de diferentes vales do campo, na procura permanente de harmonizar equilíbrio hídrico, clima, terra e porta-enxerto.

Esta escolha de cepas e porta-enxerto teve o assessoria de Jean Pierre Mercier, de Univiveros.

Também, em VIK há uma constante preocupação por manter os adequados usos em cada parcela. Assim, começamos com uma poda Guyot, desbrota no final de setembro para escolher os melhores brotos, um raleio a começos de dezembro para escolher os melhores cachos e túnel de ventilação (desfolha) para dar mais luz e ventilação à uva e melhorar a sua maturação.

Temos também um sistema de irrigação para controlar as condições da água e a formação de cada planta, motivo pelo qual os recursos hídricos, energéticos, o potencial manuseio da irrigação e fertilização de cada área em particular foram otimizados. As decisões de irrigação são tomadas conforme as medições de evapotranspiração de cada planta e da experiência humana baseada nos resultados dos estudos de escavações de teste que permitem visualizar a umidade do solo.